Inscrições em breve

Faça sua pré-inscrição

Duração
  • 360h em 3 semestres
Horário
  • Um módulo mensal de 20h
    Quinta-feira das 9h às 13h e das 14h às 18h
    Sexta-feira das 9h às 13h e 14h às 18h
    Sábado das 9h às 13h
Início das aulas
  • 11 de março de 2017
Mensalidade
Matriz Curricular
Localização
Unidade Perdizes
exemplo banner
A A A
Pós-Graduação > Área DA MÚSICA
Pedagogia do Piano

Apresentação

O curso de Pedagogia do Piano foi idealizado para suprir as dificuldades cotidianas do professor de piano. Sua formatação foi pensada para atender as necessidades atuais de mercado de trabalho, fornecendo uma visão pedagógica que complementa os cursos de graduação.

Com a participação de reconhecidos profissionais e palestrantes de mais de quatro universidades federais, a Faculdade Santa Marcelina oferece um curso de excelência criando a possibilidade para o aprimoramento artístico e profissional de seus alunos com ênfase na prática cotidiana do professor de piano.

Neste curso, o estudo aprofundado do ato de ensinar entra em intersecção com o aprimoramento da prática artística resultando na completude do professor de piano, que possuirá uma gama de novos conhecimentos para o exercício de sua profissão.

Público-Alvo

Músicos ou profissionais graduados em áreas diversas que comprovem a sua atuação como professores de piano.

Áreas de Atuação

Performance e ensino de piano.

Disciplinas

  • História da Pedagogia dos Instrumentos de Teclado I
  • História da Pedagogia dos Instrumentos de Teclado II
  • Prática e Observação da Performance I
  • Prática e Observação da Performance II
  • Seminários de Interpretação pianística
  • Master Class I
  • Master Class II
  • Tópicos Teóricos I: Música, Retórica e Filosofia
  • Tópicos Teóricos II: Didática Pianística
  • Música e Tecnologia I
  • Música e Tecnologia II
  • Leitura à primeira vista I
  • Leitura à primeira vista II
  • Composição Aplicada I
  • Composição Aplicada II
  • Análise Musical I
  • Análise Musical II
  • Piano em Grupo I
  • Piano em Grupo II
  • Didática do Piano para crianças I
  • Didática do Piano para crianças II
  • Repertório Infantil para Piano
  • Didática do Piano em Grupo
  • Piano Popular I
  • Piano Popular II
  • Metodologia da Pesquisa

  • Processo Seletivo

    Para o processo seletivo, solicitamos que o aluno envie um e-mail para camila_musique@yahoo.com.br, com cópia do RG, currículo e um vídeo de baixa resolução ou um link no Youtube de uma obra a livre escolha.


    Após análise do material, enviaremos um e-mail com a resposta da seleção para o agendamento da entrevista.


    Corpo Docente

    Profª Dr.ª Ana Fridman
    Compositora e pianista, graduada em Música e Dança pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), com mestrado em Composição e Performance no California Institute of the Arts e doutorado em Música pela Universidade de São Paulo (ECA/USP). Em editais de música tem premiações como compositora no projeto Rumos de mapeamento de música brasileira do Itaú Cultural em 2008, como arranjadora e intérprete em 2009 no projeto "A Chiquinha que não tocou no rádio", patrocinado pela Caixa Cultural e como compositora, arranjadora e intérprete no edital ProAC para a gravação de seu 2º trabalho autoral, o disco "Notas de um sem tempo". Tem participado como arranjadora e pianista em discos como "Chiquinha em Revista", lançado em pelo selo SESC em 2010; "Ladeira da Memória", com participação de Chico Buarque, lançado pelo selo SESC em 2013; "Duos- Música Brasileira para flauta e piano" de Marta Ozzetti, lançado em 2014 e "O que há de Concreto na Canção", lançado pelo selo SESC em 2015. Atualmente é pós-doutoranda pelo Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora, NICS/UNICAMP e docente na Faculdade Santa Marcelina.
    Profª Camila Braz
    Bacharel em Piano Erudito e Especialista em Pedagogia do Piano, desenvolve uma intensa atividade pedagógica e atua ativamente como instrumentista no cenário musical atual. Durante o seu bacharelado, foi aluna da renomada pianista Maria José Carrasqueira. Participou de inúmeros Master Classes ministrados por grandes músicos como Caio Paganno (Arizona University), Fábio Luz, Hamilton Tescarollo (Indiana University) e Luca Chiantore (Itália), Luiz Senise (UFRJ), Ronal Silveira (UNIRIO), Ernesto Hartmann (UFES), Michael Gurt (Temple University) e Eduardo Monteiro (USP). Foi pianista ativa no Laboratório Internacional de Alta Performance do Castelo de Cortanze (Itália) e no EUROARTS Festival, promovido pela Faculdade de Colônia (Wuppertal) na Alemanha. Durante os anos de 2010 e 2011, foi Monitora da Faculdade Santa Marcelina, onde lecionou percepção musical e outras matérias. Atualmente, é pianista do duo Interlúdio com a flautista Fernanda de Castro (integrante do Grupo Quinta Essencia) e do duo Piano², formado com a pianista Luciana Simões (integrante do Alma Chamber Essamble).

    Profª Dr.ª Maria José Carrasqueira
    Doutora em Artes, a pianista é Docente junto ao Programa de Pós-Graduação em Música da UNICAMP. Renomada intérprete brasileira, definida pela grande mestra Eliane Richepin "musicienne dans l'âme", Maria José Carrasqueira vem se apresentando regularmente nos USA, Europa, Nova Zelândia, América Central e América Latina, como solista, camerista, recitalista, professora convidada e conferencista. Dentre seus relevantes projetos, está a idealização e produção da "Série Régia Música", selo Paulinas-Comep, voltada à gravação de CDs por músicos brasileiros, tendo recebido o Prêmio Sharp de Música -Melhor CD Clássico-Produção. É responsável pelas edições dos álbums "O melhor de Pixinguinha" e "O livro de Pattápio Silva", lançados pela Editora Irmãos Vitale, além de uma extensa revisão crítica sobre os Vinte Estudos para piano de Camargo Guarnieri, objetos de sua vasta pesquisa sobre a música brasileira. Como pedagoga, é uma referência no ensino do piano no Brasil, formando inúmeros alunos que atuam de forma relevante no cenário artístico e pedagógico, no Brasil e no exterior. Numerosas são suas atuações e gravações para a Rádio e Televisão, e de efetivo sucesso sua discografia. Seu CD com obras de E. Nazareth lançado na Europa pelo selo SOLSTICE (França), e YB, (Brasil), foi agraciado com 4 estrelas pelas revistas "Le Monde De La Musique" e "Diapasão", de Paris. Sua estreia no Weill Hall, do Carnegie Hall de Nova York, foi realizada em 2008, com o flautista Toninho Carrasqueira, seu irmão, com quem forma o Duo Carrasqueira. Membro do júri de importantes concursos nacionais, como o Prêmio Eldorado de Música, é convidada continuamente a realizar Master Classes no Brasil e no exterior - Nova Zelândia, Armênia, Peru, Equador, Noruega, Inglaterra, Suécia, Itália, Argentina, USA (Harvard University, Berklee School of Music, Central Michigan University, University of Massachussetts-Dartmouth, University of North Carolina, Wheaton College, University of New Hampshire, Southeastern Louisiana University ). Vinda de uma rica formação artística e musical recebida de seu pai, João Dias Carrasqueira, e dos professores Lina Pires de Campos, M.Camargo Guarnieri, Roberto Schnorremberg, Jacques Klein, Magda Tagliaferro, teve ainda na Europa grandes orientadores nas figuras de B. Seidlhoffer, E. Richepin, H. Datyner, D. Rossiaud, G. Demus.
    Já recebeu os seguintes prêmios:
    Prêmio Carlos Gomes – Solista Instrumental
    Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte – Melhor Recitalista;
    Profª M.ª Maria Eliza Risarto
    Mestra em Música pelo Programa de Pós-Graduação do Instituto de Artes da UNESP. Pós-Graduada em Piano e Especialista em Interpretação Musical pela Faculdade de Música Carlos Gomes. Bacharel em Economia pela PUC-SP. Natural da capital paulista, MARIA ELISA RISARTO diplomou-se aos catorze anos de idade no Conservatório Musical Heitor Villa-Lobos, sendo agraciada com a medalha de ouro "Osvaldo de Vincenzo". Cursou a Escola Magda Tagliaferro e a Escola Municipal de Música de São Paulo, com as Professoras Maria Eliza Bologna e Edda Fiore. Aperfeiçoou-se com o Prof. Gilberto Tinetti, tornando-se uma de suas assistentes. Foi pianista da Orquestra Sinfônica Jovem de São Paulo por vários anos, sob a regência do Maestro Samuel Kerr. Em 2000, participou do Projeto "500 ANOS DE AMIZADE BRASIL – FRANÇA", com o duo Risarto-Grossi apresentando repertório exclusivamente brasileiro em várias cidades francesas, inclusive na Embaixada Brasileira em Paris por duas vezes. Em 2005 participou da gravação do CD "VILLA-LOBOS EM PARIS" sob a direção de Gil Jardim, CD que foi ganhador do prêmio Diapason d'Or da revista Diapason brasileira e do prêmio da revista Bravo de 2006, na categoria CD erudito. Desde as comemorações dos "100 Anos de Nascimento de Villa-Lobos" apresenta a integral das "16 CIRANDAS" para piano solo. Participa do "Trio MiRiMa" junto ao violinista alemão Uwe Kleber e à violoncelista americana Gretchen Miller. Foi Assistente de Direção e Professora de Piano da Escola Municipal de Música de São Paulo por vários anos É pianista colaboradora da Faculdade Santa Marcelina
    Profª Mariô Rebouças
    Pianista de formação clássica e jazzística, atua igualmente nos campos da música erudita e da música popular. Ainda estudante, recebeu da Associação Paulista dos Críticos de Arte o prêmio "Revelação em Música Erudita", e nessa época seguiu para Londres, onde estudou durante 3 anos com a renomada professora Maria Curcio, e teve a oportunidade de se apresentar em diversas cidades da Itália, Espanha e Inglaterra. De volta ao Brasil, foi integrante e uma das fundadoras da banda instrumental KALI, com quem gravou o disco KALI, pelo selo Som da Gente. Trabalhou com a cantora Eliete Negreiros como pianista e arranjadora. Participou do projeto Avon Women in Concert, ao lado de grandes nomes da música popular brasileira, apresentando-se em shows no Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Ouro Preto e São Paulo. Nos últimos anos participou do quinteto do compositor Sérgio Molina, e de vários grupos de música popular brasileira como o do compositor Newton Carneiro, Paulo Gusmão, e Rogério Santos, músicos com quem tem feito diversos trabalhos e gravações . Atua frequentemente como pianista da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo. É professora de piano e harmonia na Faculdade de Música Santa Marcelina e na Escola Espaço Musical, em São Paulo. Concluiu a pós graduação em Educação Musical no ano de 2012, na Faculdade Paulista de Artes, com uma pesquisa sobre o ensino coletivo de piano no Brasil.

    Palestrantes

    Prof. Dr. Ronal Silveira (UFRJ)
    Ronal Silveira é Doutor em Práticas Interpretativas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNI-RIO; Mestre em Música – Performance pela Universidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ, e Graduado em Piano pela UNIRIO, tendo trabalhado sob a supervisão dos professores Luiz Senise e Salomea Gandelman. Complementando a sua formação, fez no Brasil cursos com professores de renome no cenário internacional como Boaz Sharon (Israel), Dominique Merlet (França), Rudolf Kehrer (Russia), Fany Solter (Alemanha), Luiz Carlos de Moura Castro e Homero de Magalhães, entre outros. Detentor de dezessete prêmios em importantes concursos de piano, destacando-se primeiros lugares e prêmios especiais de melhor Intérprete de Bach, Música Romântica e Música Brasileira, foi professor de piano da UNIRIO, de piano e de música de câmara do Conservatório Brasileiro de Música, onde criou e coordenou o Curso de Pós-Graduação em Pedagogia do Piano. Atualmente é professor de piano, Coordenador dos Cursos de Piano e Canto e Diretor Adjunto dos Cursos de Extensão da Escola de Música da UFRJ.
    Prof. Dr. Ernesto Hartmann (UFES)
    Ernesto Hartmann é graduado em Piano pela UFRJ, Mestre em Piano pela UFRJ, Doutor em Música pela UNIRIO, também faz parte da sua formação cursos livres de regência com o Maestro Alceu Bochino na EMVL/RJ, Graduação em regência na UFRJ com o Maestro Roberto Duarte, além de master-classes de performance com os professores: Sônia Maria Vieira, Colbert Hilgenberg, Luís Carlos de Moura Castro, Homero Magalhães, Luís Medalha, Luís Senise, Glória Maria da Fonseca, Myriam Grosman, Caio Pagano, Ondine Mello, Frederick Moyer (USA), Fani Solter (Alemanha), Mario Papadopoulos (Inglaterra), Domenique Merlet (França), Mikhail Rudy (Rússia), Ruth Laredo (EUA) entre outros importantes nomes. Na Universidade do Estado de Minas Gerais idealizou e organizou a Orquestra de Câmera desta instituição, constituída de alunos do curso de graduação em instrumento e colaboradores. É compositor, tendo sido premiado no 1º Concurso SESI Minas de Composição para Orquestra do SESI, realizado pela FIEMG/MG em 2006 e participado de festivais e eventos de música contemporânea com destaque para as Bienais de Música Contemporânea da FUNARTE (2007/2009). Trabalhou como docente na UFMG, UFRJ, UFSCar e UFF e atuou também como Coordenador do curso de Licenciatura em Música da Universidade do Vale do Rio Verde e dos cursos de graduação (Bacharelado e Licenciatura em Música) do Conservatório de Música de Niterói. Atualmente é do Departamento de Teoria da Arte e Música da UFES
    Profª M.ª Mirna Azevedo (UFES)
    Bacharel em Piano pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) na classe da professora Celina Szrvinsk, Especialista em Pedagogia do Piano pelo Conservatório Brasileiro de Música (CBM/CEU-RJ) e Mestre em Artes pelo Programa de Pós-Graduação em Artes da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Participou de diversos concursos de piano, sendo laureada em vários deles, como: Concurso Jovem Músico BDMG (Belo Horizonte / MG), VI e VII Concurso Nacional de Piano de Governador Valadares (Governador Valadares / MG), Concurso Nacional de Piano Nilda Freitas (Rio de Janeiro / RJ) e I Concurso Nacional de Piano de Vitória da Conquista (Vitória da Conquista /BA). Frequentou cursos e master classes com os professores Luiz Henrique Senise, Yara Bernet, Ney Fialkov, Michael Hude, Heitor Alimonda, Eduardo Hubert, Lúcia Barrenechea e Miriam Grossman. Atualmente é professora do Departamento de Teoria da Arte e Música da UFES, onde ministra as disciplinas de Teclado, Prática de Ensino de Teclado, Piano e Pedagogia do Piano para os cursos de Bacharelado e Licenciatura em Música. Também é coordenadora do PIBID Música (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência) e coordenadora do projeto de extensão Escola de Música UFES.
    Profª Dr.ª Carla Reis (UFSJ)
    Carla Reis é bacharel em piano pela Escola de Música da UFMG e obteve o título de Mestre na UFRJ. Aperfeiçoou-se no Conservatório Tchaikovsky em Moscou (Rússia) e na Hochschule für Musik Karlsruhe (Alemanha). Em 2006, passou a integrar o corpo docente do Departamento de Música da Universidade Federal de São João del Rei (Minas Gerais – Brasil). Concluiu em 2014 o Doutorado em Educação pela UFMG com tese sobre trajetórias de estudantes de piano em cursos superiores a partir de uma perspectiva sociológica. Além de sua atividade docente, apresenta-se como solista e camerista, destacando-se seu trabalho no Duo Reis Barbeitas ao lado do violonista Flavio Barbeitas. É idealizadora e coordenadora do Projeto de Extensão (Departamento de Música/UFSJ) "Piano. Pérolas: desvelando o repertório didático brasileiro", que visa o registro e divulgação de obras direcionadas aos níveis elementar e intermediário do aprendizado do piano.
    Profª Dr.ª Lucia Barrenecha (UNIRIO)
    Lúcia Barrenechea é professora no Instituto Villa-Lobos da UNIRIO – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Realizou seu bacharelado em piano na Universidade Federal de Goiás e mestrado na Universidade de Boston, EUA. Seu curso de doutorado em piano e pedagogia do piano foi concluído na Universidade de Iowa, EUA. Seu primeiro CD solo "Saracoteio – Piano Brasileiro" foi lançado em dezembro de 2009 e contém obras de compositores brasileiros. Atuando intensamente no cenário musical brasileiro, Lúcia Barrenechea apresenta-se regularmente em recitais e atuou como solista em concertos com diversas orquestras, sob a regência de Eleazar de Carvalho, Emanuel Martinez, Parcival Módolo, Fabio Mechetti, Vladmir Prado e Norton Morozowicz. Reconhecida como notável pianista camerista, tem se apresentado com grandes nomes em destaque no cenário nacional e internacional. Tem sido frequentemente convidada para atuar como professora e pianista camerista dos mais diversos festivais de música do país. Seu CD, DVD e Blu-Ray "Presença de Villa-Lobos na Música Brasileira para Violoncelo e Piano", em parceria com o violoncelista Hugo Pilger, foi finalista do 26o Prêmio da Música Brasileira em 2015. Seu último projeto, lançado em 2015, é o DVD e CD "Brasíleiríssimo: Encontros", feito em parceria com o flautista Sérgio Barrenechea, que comemora os 25 anos de carreira do Duo Barrenechea, apresentando um repertório selecionado de obras brasileiras para flauta e piano.
    Prof. Daniel Tapia (UFES)
    Formado em Licenciatura em Educação Musical pela UNESP e Mestre em música pela UNICAMP, atua nas áreas de Trilha Musical, Áudio Musical, Instrumentação e Orquestração e Análise Musical. É docente do Departamento de Teoria das Artes e Música da Universidade Federal do Espírito Santo e desenvolve tese de doutorado na área de Música aplicada à dramaturgia e ao audiovisual. É compositor, violonista, arranjador e músico de áudio.
    CV completo
    Prof. Dr. José Eduardo Costa e Silva (UFES)
    José Eduardo Costa Silva - doutor em música (UNIRIO). Sendo professor na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), também desenvolve projetos de pesquisa que envolvem as áreas de música, filosofia, psicanálise, cinema e teatro. Dentre seus trabalhos escritos, destaca-se o livro "Heideggere a Música da Poesia." (Editora Prismas) José Eduardo Costa Silva é compositor. Atualmente, dedica-se a composição deum ciclo de sonatas e tocatas para alaúde, cujos primeiros exemplares encontram registrados no CD "Museum", gravado e editado nos estúdios da Universidade Federal do Espírito Santo. Além disso, compõe trilhas sonoras para teatro, dentre as quais, as trilhas das peças: "X, Y e S"; "Oi dipous"; "Variações Freudianas I: o sintoma"; "Abram-se os histéricos"; Variações Freudianas II: o ato"; "Hilda & amp; Freud" – todas do psicanalista e dramaturgo Antonio Quinet (RJ). José Eduardo Costa Silva é músico concertista, especializado em instrumentos de cordas antigos (Alaúde, Guitarra Barroca, Teorba). Com o grupo Collegium Musicum de Minas gravou os CD's "Ninguém Morra de Ciúmes"; "Senhora Del Mundo" e "A Origem", e com o grupo Antiqua gravou o CD "Secretos Quero Descobrir".
    Profª Dr.ª Maria Celina Paiva Szrvinsk (UFMG)
    É hoje um nome reconhecido no país como pianista, pedagoga e produtora musical. Frequentemente tem sido convidada a ministrar masterclasses, compor o quadro docente de festivais de música, como o Festival de Campos do Jordão, integrar júris em concursos importantes no Brasil, Alemanha e Suécia. Possui dois discos gravados em duo pianístico com Miguel Rosselini. O CD publicado em 2005 foi citado pela Revista Diapason entre as melhores gravações brasileiras do ano. No Japão, com a violinista Utae Nakagawa realizou turnês em 1998, 2004 e 2006 e gravou CD contendo sonatas de Grieg e Elgar. Integrou o Brasilii Trio com o violinista polonês Aureli Blaszczok e o violoncelista alemão Peter Trexler, com apresentações em Moscou e diversas cidades no Brasil e Alemanha. Em 2006 iniciou duo com o violoncelista Antônio Meneses, que vem se apresentando nas principais salas de concerto do Brasil como Sala Cecília Meireles, Teatro Sta. Izabel em Recife, Teatro Maksoud Plaza, Festival de Campos do Jordão, e festivais brasileiros, além de concertos na Itália, Nova Iorque, Bogotá e Quito. Ainda com Antônio Meneses gravou em Londres CD pelo selo AVIE com obras de VillaLobos, Camargo Guarnieri, Martinu e Nadia Boulanger. Desde 1985 Celina Szrvinsk é professora na Universidade Federal de Minas Gerais, sendo seus alunos vencedores de concursos de piano e vários deles hoje professores em universidades brasileiras. É diretora artística da série "Concertos Didáticos", projeto consolidado como programação de proa dedicada à música de câmera em Belo Horizonte. Atualmente dirige também a série Concertos Teatro Bradesco do Minas Tênis Clube. Atuou como solista à frente das Orquestras Sinfônica Nacional, Sinfônica de Minas Gerais, Sinfônica da USP, Sinfônica Municipal de Campinas, Filarmônica de Minas Gerais e Filarmônica de Câmera da Polônia. Realizou gravações para rádio e televisão e concertos no Brasil, Alemanha, Rússia, Japão, Suíça e Itália. Vencedora de vários concursos nacionais de piano, iniciou seus estudos aos cinco anos em Goiânia, sua cidade natal, sob a orientação de Wanda Goldfeld. Graduou-se na Universidade Federal de Goiás na classe de Wanda Fleury. De 1980 a 1985 prosseguiu os estudos na Universidade Federal do Rio de Janeiro, sob orientação de Luiz Medalha. De 1992 a 1996 cursou o Mestrado e Doutorado na Escola Superior de Música de Karlsruhe, Alemanha, na classe de Michael Uhde. CRÍTICAS Antônio Meneses e Celina Szrvinsk interpretaram obras de Schumann, Martinu, Edino Krieger e Schostakovich. Quatro compositores, quatro universos diferentes a mesma preocupação com detalhes, sutilezas de um programa tecnicamente complicadíssimo que, nas mãos de Meneses e Celina, se transformou em um passeio pelas possibilidades expressivas da música..."
    CV completo
    Prof. Miguel Rosselini Alpino (UFMG)
    Entre os diversos prêmios recebidos em concursos nacionais de piano, Miguel Rosselini foi vencedor do Concurso Jovens Solistas da OSESP, tendo tocado, aos dezoito anos, o 2º Concerto de SaintSaëns, sob a regência de Eleazar de Carvalho. Desde então, sua carreira o tem levado às principais salas de concerto do Brasil e também à Itália, Suíça, Alemanha e Canadá, sempre com notável êxito. Como solista, atuou à frente das Orquestras Sinfônica de Minas Gerais, Sinfônica Municipal de Campinas, Filarmônica de BadenBaden, Bach Orchester HerzogtumLauenburg, Filarmônica de Minas Gerais, e outras. Como camerista, realizou grande número de parcerias, entre elas com os músicos: Hanno Simons, Claudio Jaffé, Antonio Saiote, Helen Jahren, Keyth Underwood, Roman Simovic e Dilson Florêncio. Seu duo pianístico com Celina Szrvinsk tem sido reconhecido como um dos mais destacados do país. Miguel Rosselini possui vários discos gravados, destacando-se dois CDs em duo com Celina Szrvinsk (o CD de 2005 foi citado pela revista Diapason como uma das melhores gravações brasileiras do ano) e o CD lançado em agosto de 2011, em parceria com o oboísta Alexandre Barros. Desde 1985 pertence ao quadro docente da Escola de Música da UFMG, tendo seu trabalho pedagógico, ao longo desses anos, gerado muitos pianistas premiados em concursos nacionais. Vários de seus alunos atuam hoje como professores em universidades brasileiras. É também frequentemente convidado a compor júris de concursos de piano e como docente em festivais de música. Miguel Rosselini estudou, no Brasil, com os pianistas Gilberto Tinetti e Jacques Klein, e, na Alemanha, com Fany Solter. Segundo o diário Badisches Tagblatt, de BadenWürtemberg, não é todo o dia que se ouve um Segundo Concerto de Chopin tão novo, tão intenso e tão elegante: o pianista brasileiro tocou brilhantemente. Para o jornal Il Centro, de Pescara Foi um grande sucesso o concerto do pianista Miguel Rosselini, preparadíssimo, com fraseado refinado e riqueza tímbrica. De acordo com o Jornal do Brasil, Miguel Rosselini é um pianista de técnica clara e acabada, capaz de requintes sonoros e inflexões poéticas que ultrapassam o sentido linear na exposição de um texto.
    CV completo
    Profª Gabriella Affonso
    Natural de Belém do Pará, Gabriella Affonso iniciou seus estudos com Dóris Azevedo, graduando-se pela Escola de Música da UFPA. Realizou curso de Performance em piano nos Estados Unidos com Arnaldo Cohen na Indiana University, sendo premiada com uma bolsa de estudos para lecionar nesta Universidade como ‘Associate Instructor’ entre 2007 e 2008. Na França, aperfeiçoou-se com o pianista Edson Elias na École Normale de Musique de Paris. Em Nova Iorque, estudou com a professora Edna Golandsky no Taubman Institut, especializando-se na técnica Taubman, e na City University of New York, obtendo nesta Universidade seus diplomas de Mestrado e Bacharelado em Música com a distinção Summa cum laude. Atualmente cursa Doutorado em Música (Performance) na USP, no qual realiza pesquisa sobre os 24 Prelúdios Op.28 de Chopin sob a orientação do Prof. Dr. Eduardo Monteiro. Detentora de prêmios no Brasil, França e Estados Unidos, Gabriella apresenta-se como solista e camerista, bem como participa de Festivais de Música e workshops no Brasil como professora de piano convidada.
    Profª Eduardo Monteiro
    Em 1989 recebeu, por unanimidade, o 1o lugar no Concurso Internacional de Piano de Colônia, Alemanha, além do prêmio de melhor intérprete de Beethoven. Foi laureado, também, nos concursos de Dublin, em 1991 e Santander, em 1992. Foi solista das principais orquestras do Brasil e de renomadas orquestras do exterior, incluindo as Filarmônicas de São Petersburgo, de Moscou, de Munique, de Bremen, a Orquestra de Câmara de Viena, a Sinfônica de Novosibirsky, a Orquestra da Rádio e Televisão Espanhola. Apresentou-se com os principais Maestros do país e com regentes como Yuri Temirkanov, Mariss Jansons, Dimitri Kitayenko, Philippe Entremont, Arnold Katz Eduardo Monteiro ocupa um lugar de destaque no panorama da formação pianística no país. É vice-diretor da Escola de Comunicações e Artes da USP, onde é professor de piano do Departamento de Música. Seus alunos conquistaram numerosas premiações em concursos no Brasil e no exterior, com destaque para o 1o prêmio no 25o Concurso Internacional de Piano Clara Haskil na Suíça, em 2013.

    Coordenação

    Profª Camila Braz
    Bacharel em Piano Erudito e Especialista em Pedagogia do Piano, desenvolve uma intensa atividade pedagógica e atua ativamente como instrumentista no cenário musical atual. Durante o seu bacharelado, foi aluna da renomada pianista Maria José Carrasqueira. Participou de inúmeros Master Classes ministrados por grandes músicos como Caio Paganno (Arizona University), Fábio Luz, Hamilton Tescarollo (Indiana University) e Luca Chiantore (Itália), Luiz Senise (UFRJ), Ronal Silveira (UNIRIO), Ernesto Hartmann (UFES), Michael Gurt (Temple University) e Eduardo Monteiro (USP). Foi pianista ativa no Laboratório Internacional de Alta Performance do Castelo de Cortanze (Itália) e no EUROARTS Festival, promovido pela Faculdade de Colônia (Wuppertal) na Alemanha. Durante os anos de 2010 e 2011, foi Monitora da Faculdade Santa Marcelina, onde lecionou percepção musical e outras matérias. Atualmente, é pianista do duo Interlúdio com a flautista Fernanda de Castro (integrante do Grupo Quinta Essencia) e do duo Piano², formado com a pianista Luciana Simões (integrante do Alma Chamber Essamble).